MANIFESTO DA DIRECÇÃO: Este blogue “www.sortesdegaiola.blogspot.com”, tem como objectivo primordial só noticiar, criticar ou elogiar, as situações que mais se distingam em corridas, ou os factos verdadeiramente importantes que digam respeito ao mundo dos toiros e do toureio, dos cavalos e da equitação, com total e absoluta liberdade de imprensa dos nossos amigos cronistas colaboradores.

sábado, 30 de setembro de 2017

Colhido por um toiro ao tentar escapar-se..


Toiros- A mulher na Festa...

Lembrei-me hoje de publicar este extracto do meu livro "Quites Detalhes e Puyazos"

 Resultado de imagem para quites detalhes e puyazos

Aficion no feminino

" A presença de mulheres nas praças de toiros embeleza, motiva e inspira os quadros reais que alimentam em grande parte, o misticismo que envolve o " mundillo".

Conheci em Portugal, Espanha e França senhoras que foram, são e serão, verdadeiros exemplos de como se deve estar na Festa e como vivê- la.
Educação, cultura, saber taurino, discrição, bom gosto e sensibilidade artística tornaram-nas em história viva, de uma forma de estar com arte na arte, ora c
riticando só com o olhar, ora aplaudindo no limite da justiça devida.

........ Sem a mulher a Festa não era Festa !!!
 

Toiros- Imagens loucas...


sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Évora - É hoje...

Vila Franca está quase aí...

Os bandarilheiros de antigamente odiavam as castanhas, quando elas apareciam na Feira do Outubro e largavam normalmente : "Já chegaram essas Putas... 

Resultado de imagem para homem das castanhasResultado de imagem para cartel de v. franca


Era sinal que tinha chegado o Outono e que a época ( seu ganha pão) estava a terminar, e atenção que não havia fundo de Assistência.
Para muitos, o Outono conduz a uma certa tristeza e melancolia, e isto acontece com mais força tanto mais se caminha na idade.

Qualquer profissional de Saúde Mental conhece a correlação. Há pacientes que descrevem uma agudização da sintomatologia depressiva aquando se chega a esta estação. Não se trata “apenas” de melancolia, mas de uma alteração substancial do estado emocional, corroborada por diversas investigações. Os sintomas incluem tristeza persistente, sensação de vazio, incapacidade de sentir satisfação, fadiga, perturbações do sono e do apetite.


A chegada do Outono corresponde ao período do ano em que a generalidade das pessoas regressa à normalidade profissional, o que implica quase sempre algum desgaste. Por outro lado, os dias são “mais curtos” e os estímulos sociais decrescem, contribuindo para o rebaixamento do humor.


Há no entanto outras razões que não são dispicientes.


No caso dos toureiros e dos aficionados faltam-lhe as corridas que de tanto gostam, no caso das mulheres, perdem a cor de Verão que tanto valoriza a sua beleza e que tanto trabalho e sacrifício gastaram para conseguir aquele bronze...


Antigamente nas aldeias o Outono tinha algum encanto com as matanças que começavam nessa altura, com o aparecimento do vinho novo e a apanha da azeitona e extração do azeite que com um sabor rico servia muitas vezes de conduto...

Não podemos esquecer como reforço da tristeza associada  ás castanhas, os vendedores das mesmas que arrastam atrás de si uma reconhecida aura de pobreza ou remedeio triste, como Ary dos Santos tão bem retratou nestes versos do poema "O homem das castanhas"..

A mágoa que transporta a miséria ambulante,
passeia na cidade o dia inteiro.
É como se empurrasse o Outono diante;
é como se empurrasse o nevoeiro.
Quem sabe a desventura do seu fado?
Quem olha para o homem das castanhas?
Nunca ninguém pensou que ali ao lado
ardem no fogareiro dores tamanhas.


Resumindo, eu digo como os bandarilheiros antigos : "Já estão a chegar essas putas"...

Toiros- Ver para crer. nem digo o que se passou...


Veja todo filme do indulto do toiro toureado por Ventura...


Toiros- Mulher sofre tremenda colhida..


quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Sabado. João Cortesão canta no Montijo..

Montijo No sábado- Grande noite de fados







































Com cartel de luxo!!! Dia 30 todos ao Montijo para recordar o saudoso Artur Correia (Ruço)! António Pinto Basto, Margarida Soeiro, Francisco Rei, Maria Emilia Sobral, Maria do Céu Corça e João Cortesão, com apresentação de Maurício do Valle! Dinis Lavos à guitarra portuguesa e Mário Estorninho na viola de fado!



Conheça a amizade entre C. Romero e Camaron de la Isla...


Évora- Corrida de verdadeira competição...

Toiros- Este tipo esperava o quê ???...


Mundillo- Palavras como "chega, nada e esquece"...

As simples palavras "Chega, nada e esquece" podem ter um significado muito profundo...


Resultado de imagem para palavras que dizem muito

"CHEGA " -  é a palavra que as mulheres usam para acabar uma discussão quando elas estão certas e tu tens que te calar.

"NADA " - representa a calmaria antes da tempestade. Discussão que começa em nada, normalmente acaba em "CHEGA ".

"ESQUECE "- quando uma mulher te diz ESQUECE, está a mandar-te á merda...

Há ainda frases curtas ditas por mulheres, de enorme significado, como por exemplo : "Precisamos de ter uma conversa". Neste caso prepara-te porque estás quase a levar um par de patins...LOL 

A interpretação destas  palavras ou frase que citei, pode ser aplicada ao mundo do toiro nas relações toureiro / apoderado ou cabo de um grupo com os seus forcados, ou ainda nas relações Ganadero / Representante da Ganadaria..

A propósito, veio-me á ideia este poema de Luciana A. D. :  

Cuspo o azedo das palavras
No prato das inconfidências
E com o garfo da discrição,
Escondo as maledicências
Entre o arroz de fait-divers
Que era suposto satisfazer-me o apetite.
Retiro garfadas de escabrosos casos
E com os dentes em riste,
Pico a consciência adormecida,
Que acorda, mas teima em viver…
Neste torpor insano,
Nesta espécie de demência.

Leia mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=3290 © Luso-Poemas

PALAVRAS
Dizem muito
Dizem pouco
Outras vezes
Nada dizem

Delicadas
Traiçoeiras
Faceiras
Feiticeiras

Se escondem
Usam máscaras
Se relevam
Sem querer

São palavras
Só palavras
Mas tem asas
Essas palavras!

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Porque Diego Ventura é o maior ???

Se já pouco havia a acrescentar á história de Diego Ventura, esta temporada ultrapassou tudo...


Resultado de imagem para ventura indultou um toiro

Ventura sacou este ano,  como de costume vários cavalos novos de grande categoria, superiormente arranjados.

Levou o recuar na cara dos toiros a limites inimagináveis.

Cortou orelhas e rabo em praças aonde ninguém tinha conseguido tal feito.

Aceitou desafios a que alguns fogem, como tourear um "mano a mano" em Madrid com o companheiro que mais se destacou na temporada passada e na que está a decorrer, e aceitou tourear em Portugal uma corrida de "Canas Vigouroux" ( não Murube) com A. R. Telles e Moura JR que atravessam uma época extraordinária.

Bandarilhou a duas mãos com o cavalo sem cabeçada, com o toiro no meio da arena, como ninguém tinha feito até hoje...

Por fim indultou um toiro na importante praça de toiros de Múrcia (cidade que não é um qualquer Pueblo), facto único na história do toureio a cavalo em Espanha. 

Resumindo : Ventura é um artista, para quem a arte é o embrião da estética, como um ramo autônomo da sua filosofia de vida, que é submetida a uma série de regras convencionadas coletivamente, que identificam beleza com perfeição, harmonia e virtude, enfatizando a preocupação ética e social, estabelecendo rígidas hierarquias de valor, trabalho e respeito, que resultam dum caráter apaixonado pelo que faz, apoiado numa vertente idealista.

Ferra de novilhos atribulada...


Pastor cai num curro de um toiro...


segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Crónica- Em Elvas houve toiros e toureiros...

Boa corrida, com excelente moldura humana...



Estavam bem apresentados os toiros da Ganadaria "Rodolfo André ", mas tinham que ser bem toureados...


Faltou Joaquim Bastinhas no Cartel, mas o público tributou-lhe enorme ovação...



J. MOURA CAETANO

Está a terminar a época com uma força enorme.
No 1º que lidou, difícil e com perigo, recebeu-o de forma clássica cravando dois bons compridos (excelente o 2º), para depois ganhar a distância correcta. e aí cravar uma série de curtos de emoção em crescendo, terminando em grande com a correspondente apoteose do público.

No 2º, bem no segundo, acabou com o quadro como é costume dizer-se no mundo do toiro.
Os compridos de praça a praça foram de eleição, assim como os dois primeiros curtos cravados no mesmo registo de praça a praça. Depois sacou o "Temperamento", e lidando correctamente com classe mas sem exageros para ter mais toiro, deu ao toureio sublime a dimensão máxima da trilogia da emoção, da arte e do temple... O primeiro desta série de curtos ficará para a História.
Há ainda a recordar, que, que me lembre, não teve passagens em falso.

MARCOS BASTINHAS

Outras duas esplendidas actuações, ora a esperar pelo toiro dando-lhe vantagens, ora a atacá-lo quando foi preciso.
As sortes praticadas foram do clássico aos ferros com batida, terminando as duas lides com dois pares a duas mãos, sendo nos dois toiros o 2º par a pedido dum público, rendido ao seu toureio e á sua espectacularidade.

A lidar não podia estar melhor, galopando ao revés pelos dois lados, ora de cara ao muro ora de garupa ao muro, montado no "Capa Negra", rodando por dentro em terenos teoricamente impossíveis.

O seu toureio foi sempre seguro, com a espectacularidade habitual que o púbico tanto aprecia..

Encerrou a época em grande como a começou, dando razão ao que comentei há dias, quando disse que não compreendia a razão de não ter constado este ano em mais corridas importantes...

DUARTE PINTO

O classicismo mora com ele e embora lhe tenha tocado o pior lote, esteve sempre por cima dos toiros com o toureio que encanta todos os que gostam do clássico.
No "Visconde" conseguiu ferros de altissimo valor, de frente, de forma cingida, sem enganos e de grande emoção...
O arranjo dos seus cavalos é notável...
O público rendeu-se compreendeu o seu toureio.

FORCADOS

Os Grupos de Évora e Acad. de Elvas resolveram com galhardia os sérios problemas que lhe foram apresentados...


Morreu um SENHOR FADISTA...

Morreu João Ferreira Rosa, o fadista que juntou classe ao fado...

Resultado de imagem para joao ferreira rosa

Cantei dezenas de vezes com o João, ora na taberna do Embuçado, ora em sua casa em Pintéus, ora em casa de amigos, ora em espectáculos de beneficência...
Na última vez que cantei com ele, numa noite fadista em casa do António Pelarigo. dediquei-lhe um fado e disse: "João dedico-te este fado, como agradecimento pela categoria que aportaste ao fado"...

Efectivamente há um fado diferente  no que diz respeito ao valor e qualidade dos poemas cantados, antes e depois dele, porque o João roçou o popular sem ser popularucho, e penetrou na boa poesia sem armar em intelectual...

Á parte do fadista houve o homem e a sua cidadania. Foi monárquico convicto, sem procurar protagonismo junto de Suas Altezas, antes servindo com LEALDADE e NOBREZA...

Esvreveu verdades como esta .

Portugal foi-nos roubado
Há que dizê-lo a cantar
Para isso nos serve o Fado
Para isso e para não chorar

5 de Outubro que treta
O que foi isso afinal
Dona Lisboa de Opereta
Muito chique por sinal

Sou português e por tal
Nunca fui republicano
O que eu quero é Portugal
Para desfazer o engano

Os heróis republicanos
Banqueiros, tropa, doutores
No estado em que ainda estamos
Só lhe devemos favores

Pois é, meu querido amigo João, "acabou o Arraial"...



Ana Rita corta 3 or a 2 Vitorinos...

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up

 O que é preciso mais para esta jovem ser apreciada pelos empresários Portugueses ?

Efectivamente, a Festa em Portugal tem razões que a razão não entende...

Um toiro toma conta de tudo...


sexta-feira, 22 de setembro de 2017

M. Bastinhas sabado em Elvas, no ano passado foi assim...


Mundillo- Manual dos perfeitos cabrões e dos perfeitos sacanas...

No mundillo, o manual dos perfeitos cabrões obriga-os a ter graça, e as instruções dos perfeitos sacanas, obriga-os a uma hipotética serenidade fininha

Resultado de imagem para perfeito cabrão

Por estas duas posturas, passa o comportamento de alguns aficionados e críticos que procuram intervir na FESTA . Há também os genuínos, mas embora em grande quantidade, não são relevantes por não darem muito nas vistas. E há ainda os frustrados, que atacam tudo de mau modo, principalmente aqueles que fazem aquilo que eles não foram capazes de fazer. Por fim há os que andam na Festa por bem - que felizmente têm maior expressão -, estes representam a "maioria silenciosa", que não precisa de se tornar notada nem de se promover.

Em todos estes grupos existem aficionados verdadeiros - naturalmente, mais nuns desses grupos que noutros -, que são todos os que vivem o silencio duma praça de toiros, silencio que traz consigo uma onda de prazer e a subtil nostalgia da espera que o anunciou, terminando na arte que dia a dia é estilhaçada mas que acaba sempre por ser reconstruída ...

Falar de tauromaquia é um exercico quase sempre sem nexo, porque para um aficionado, não é belo o que é belo, mas sim aquilo que lhe agrada, além disso, os que mais sabem são os que menos falam, e os mais ignorantes são os que mais falam, e ainda por cima falam alto... 

Termino afirmando que tenho especial simpatia, pelos perfeitos cabrões e pelos perfeitos sacanas, gabo-lhes os exercicios de pensamento e também porque alegram a Festa...

Sabado em Elvas- Uma corrida que pode marcar uma época...


Toiro perigosissimo...


C. Pequeno dia 12 de Outubro...

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Sabado- Académicos na sua terra...


Foi com pegas destas que os Académicos de Elvas se impuseram no panorama taurino nacional...



Sabado- Moura Caetano em Elvas...


Venha ver e saborear no sabado em Elvas o toureio de João Moura Caetano, que pode apreciar neste video...



Tauromaquia- Homenagens ???

Já pegou a moda dos prémios para a melhor lide e melhor pega, agora vive-se a moda das homenagens...
Resultado de imagem para homenagens

 Resultado de imagem para carrinhas de 9 lugares

Quanto á moda dos prémios, sou contra e já manifestei várias vezes a minha discordância, embora tenha feito parte de júris há uns anos atrás, pelo que me penitencio.
Quanto ás homenagens nas corridas, hoje por hoje vulgarizadas, não sou contra, bem pelo contrário, embora pense que algumas não são genuínas, mas sim um chamariz para mais uns tantos amigos do homenageado irem á corrida e levarem a família.

Há ainda muito a homenagear, eu cá para mim sugiro uma homenagem ás viaturas em que se deslocam os toureiros e respectivas quadrilhas, vulgo "Carros de Quadrilhas".

Porque :

1º - Ouvem segredos que não contam a ninguém
2º - Não alinham em intrigas.
3º - Não dizem mal de ninguém.
4º - Vão a todas as corridas de bom modo.
5º - Não se metem na vida privada nem artística do toureiro.
6º - Não sentem inveja das viaturas doutras marcas.
7º - Não se envolvem em problemas sindicais.
8º - Nada reivindicam.
9º - Se são utilizadas para jogos de amor, são discretas, não piam...
!0º - Aguentam uns  peidos sem pestenejar, tal como o chulé e os odores corporais próprios da transpiração das viagens...
11º - Nunca pedem nada em troca...



Porque os "Carros de quadrilhas", como fica provado pelo exposto, andam na FESTA por bem, digam lá se não merecem uma homenagem...

Perguntaram aos toureiros : Hoje falta emoção ???


Toiros- Impressionante salto de recortador...


quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Sabado- M.Bastinhas em ELVAS...




Assim toureia Marcos Bastinhas, com emoção alegria e arte......



Sabado- Duarte Pinto em Elvas...




O classicismo de Duarte Pinto que pode ver neste vídeo, vai estar sábado em Elvas...